quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Hiroshima, 6 de agosto, 8:15h

Vou furar a fila de posts, mas hoje é 6 de agosto, 64 anos da Bomba de Hiroshima. Em 9 de agosto, Nagasaki.

"Vi quatro ou cinco meninos brincando na rua, e uma mãe carregando um bebê nas costas, ao mesmo tempo em que conduzia pela mão outra criança, de seus 3 anos. Quando elas estavam a uns 10 metros de mim, houve o clarão da explosão. A mãe e as crianças desapareceram. O que vi não foi fumaça. Foi uma espécie de vapor, que se levantou da mãe e das crianças. Logo depois, elas desapareceram.”
(Depoimento de um sobrevivente de Hiroshima).
VEJA, 2 de agosto de 1995. Hiroshima, 50 anos. Memórias dos filhos do clarão. Editora Abril, Ano 28.nº 31:62.

Horror

Talvez tenha sido "o" acontecimento do século XX.

Mas outro dia a gente pensa. Hoje acho que devemos ficar em silêncio por um tempinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário