sábado, 16 de novembro de 2013

sob o signo da exceção

esse nem é um post propriamente sociológico: é mais um post-suspiro, como se eu chegasse perto de um amigo para dividir as durezas do momento, aquelas horas em que a gente dá uma olhada em volta, e nem só onde a vista alcança aqui nesse nosso brasil, brasileiro, e seus dilemas e mazelas atuais, mas um pouco mais longe, para outros países, alguns deles que eram uma espécie de perspectiva de onde avaliar nossos passos na direção de um lugar mais justo e é como se agora essa plataforma se esfacelasse debaixo dos nossos pés. incita à imaginação, é claro, a sociológica, a política, mas é tão dura, tão dolorosa, essa sensação de estar em pleno ar.

(a lista continuaria, longa...).

Nenhum comentário:

Postar um comentário